Programa de Residências do Museu da Luz 2017
-

No centro de uma paisagem profundamente transformada por uma grande barragem, num tempo e num espaço fora do ambiente e das obrigações habituais, aqui experimenta-se a oportunidade de reflexão, investigação e produção num contexto muito particular.

Os candidatos seleccionados para residência em 2017:

João Pedro Silva 'Onde o Eco se Acende e Apaga' (instalação, desenho)
Maria João Almeida 'Cápsulas' (video)
Frederico Dinis '(Re)Activation' (performance sonora)
Isabel Baraona (artes gráficas)
Inês von Bonhorst, Yuri Pirondi, Marta Angelozzi, Edgar Oliveira, Paulo Morais 'Reminiscência' (diversos)
Bárbara Bulhão (escultura site-specific)
Nuno Vicente 'Movimento de objectos, tempo, melancolia' (instalação)
Nuno Moreira (fotografia)
Sarawut Chutiwongpeti (mixed media, site-specific)