Aldeia(s) da Luz
.
Aldeia(s) da Luz

A barragem de Alqueva conduziu à esperada submersão da povoação da Aldeia da Luz. A necessária relocalização da comunidade motivou a construção de uma nova aldeia com a estrutura funcional da original, numa lógica de reposição de ‘casa por casa, terra por terra’, mantendo as relações de vizinhança e a configuração urbanística geral mas adotando uma arquitetura de depuramento das linhas tradicionais e de assumida contemporaneidade.

A nova povoação foi edificada em 2002 em local muito próximo da antiga Luz. Implicou a construção de 212 casas de habitação, de arruamentos, largos e estradas, de estabelecimentos comerciais e de equipamentos coletivos (escolas, centro de saúde, equipamentos desportivos, praça de touros, mercado, lavadouro, jardim público e cemitério). Foi refeito o santuário de Nª Srª da Luz, à imagem do original de fundação quatrocentista e procedeu-se à transladação do cemitério. O museu foi construído como lugar de memória e criação.

Também as terras de cultivo, agora regadas pela barragem, foram distribuídas pela população, impondo-se hoje a vinha e o olival na nova paisagem.

LUZ360 (Nuno Madeira)

- -